21 de outubro de 2014

Castanho!?...


...pois, diria que há dois anos dei início a toda uma nova fase da minha vida e consequentemente, esta nova fase, tornou-me um pouco mais experimentalista (como se isto de comer arroz integral fosse um fenómeno estranho), e cautelosa no que se refere à alimentação! 
Longe vão os tempos em que um prato de massa com natas deixava-me excitada só de imaginar toda aquela suposta delícia, confesso que actualmente só de imaginar semelhante papa, fico com reviravoltas no estômago!! Engraçado o quanto podemos formatar o nosso cérebro e já nem uma pizza desenvolve em mim o fenómeno de salivação....ainda assim, gostava de conseguir ter uma maior auto-controlo no que diz respeito aos chocolates, mas admito que já não os como nas quantidades que antes o fazia....


Sinceramente considero que nesta coisa da vida saudável o mais importante é estarmos bem connosco próprios e não procurar nos alimentos, e em especial no chocolate (no meu caso), o conforto e a resolução de toda a nossa insatisfação/frustração. Portanto, decidi que estava na hora de ser mais conscienciosa em termos de quantidade de chocolate de leite que ainda ingiro e apesar de já não os trazer para casa, na esperança que caiam efectivamente no meu esquecimento (ou pelo menos assim o espero)!! Estabeleci uma meta e de momento encontro-me numa demanda, e porque espalhar aos sete-ventos este meu propósito parece-me ajudar a manter-me motivada, cá estou eu a dizer, mesmo que por meias palavras, que estabeleci um prazo concreto e que o pretendo fazer cumprir, para libertar o meu corpo e respectiva mente dos açucares (em breve explico melhor toda esta minha teoria).

E agora voltando novamente ao castanho, mas ao do arroz, desde que na minha cabeça toda esta coisa do comfort food/junk food deixou de fazer sentido e desenvolvi hábitos alimentares mais saudáveis, tenho tentado consumir toda uma série de alimentos que em tempos não me passariam pela cabeça, tal como o arroz castanho ou integral...sempre fui fã de arroz branco acabadinho de sair do lume, mas que infelizmente apenas me enchia de calorias e me inchava a barriga não contribuindo em nada para o bem-estar do meu corpo. Decidi que seria uma boa opção então, colocar o arroz branco de lado e consumir alguns dos seus substitutos como é o caso da quinoa e do arroz castanho.


Confesso que ao inicio irritou-me todo o tempo que este arroz necessita para ficar cozido, mas não sei se será da novidade do sabor ou do facto de também ele, tal como a quinoa, ser versátil (junto-lhe qualquer coisa, mas em especial pimentos e umas cenouras), que desde o meu primeiro trago fiquei imediatamente fã do seu sabor.
Obviamente não foi só do seu sabor, supostamente amendoado, que fiquei fã, pois há toda uma panóplia de mais valias para o estar a consumir, não fosse ele uma boa fonte de energia e de vitaminas como, a vitamina B1, vitamina B2, vitamina B3, ferro, magnésio, etc. É ainda uma excelente fonte de fibra, possui baixo teor de gordura e calorias, ajuda na redução do colesterol mau e por possuir vitamina E, ajuda a manter a pele e o sistema imunitário bem mais saudáveis.

  Podem ler mais aqui e aqui.


Fiquem bem.

...


5 comentários:

  1. Podes fazer comfort food com alimentos saudáveis , só tens de saber lidar com novos ingredientes, como por exemplo, em vez de leite de vaca, utilizas bebida de arroz, de aveia ou de quinoa, em vez de natas utilizas creme de aveia, de farro ou de arroz, em vez de açúcar utilizas fructose ou geleia de agave, em vez de gelatina de origem animal, utilizas agar-agar, em vez de batatas fritas de pacote, fazes batatas cortadas como as tradicionais, mas fazes no forno com especiarias, , em vez de pudins calóricos, utilizas tapioca, as leguminosas como o grão, as lentilhas, as favas, as ervilhas, são uma óptima fonte de proteínas, em vez de carne, tens o seitan, etc. E sopa, começar qualquer refeição com sopa é meio caminho andado para uma alimentação saudável e equilibrada. O queijo de cabra ou de ovelha tem muito menos gordura que o de vaca e são mais digestos, e o requeijão é óptimo para a saúde. Em vez de doce, faz compota de frutas, é mais rápido de fazer e tem muito menos açúcar. Mas agora que estás a entrar neste novo mundo, vais descobrir todos os dias alimentos bons e bonitos, com os quais podes fazer refeições excelentes. E chocolate, se for preto, 2 quadrados por dia, não sabe o bem que lhe fazia ;)
    E já agora, podes seguir as minhas receitas e fazer algumas delas, porque são todas saudáveis, há 1 ou 2 mais "potentes" a nivel de calorias, mas é muito raro eu postar uma receita cheia de açúcar e gordura. E podes basear-te em receitas normais, como as do Jamie Oliver, e utilizar ingredientes mais saudáveis. Mas é a fazer que se aprende. Em breve vais relembrar as coisas que já comeste e vais pensar : "mas como é que eu podia comer estas coisas!?" ;)

    http://coeurdartichautbyannabelle.blogspot.pt

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Primeiro Annabelle obrigadão por este teu comentário!! E eu até sigo as tuas receitas e são sempre uma óptima sugestão...mas confesso-te que sou uma chata nesta coisa da comida, não gosto nada de leites seja de onde for (prefiro iogurte), nem compotas de fruta....fructose também é uma daquelas coisas que tento não lhe torcer o nariz...tenho recorrido ao mel sobretudo no chá...chocolate negro só lá vai de vez em quando, pois não é tão doce (eu tenho um problema com doces)!!...sabes, sinto por vezes que existem tantas opções que acabo por me perder e seguir sempre o mesmo caminho e talvez por isso, seja pouco inovadora na comida - algo que tenho tentado mudar, ainda assim, sinto que não é o suficiente!!...mas que quando olho para trás, penso exactamente isso, "mas como é que eu podia comer estas coisas!?"...
      Tem um bom dia ;-)

      Eliminar
    2. ps: aparentemente não estavas adicionada ao meu bloglovin, mas já tratei disso!!

      Eliminar
    3. É normal tu não gostares de certos alimentos. Mas vais ver que à medida que vais procurar por alimentos alternativos, vais aprender a conhecer novos sabores e ingredientes e o teu palato vai mudar. Vai por mim. Mas há certas coisas que tu gostas mesmo muito e que podes continuar a comer com peso e medida. Eu por exemplo, adoro os gelados do santini, tem natas e açúcar, pois tem, mas também só me dá desejo de comer para aí umas 2 vezes por ano.
      Bom dia para ti também e desejosa de ver aqui no teu blog, fotos com novos sabores que tu vais aprender a gostar e a cozinhar :)

      Eliminar
    4. Pois tens razão o problema é quando os desejos são mais do que duas vezes por ano!! E fica a promessa de umas novas receitas por aqui!!

      Eliminar

Obrigada pela visita e comentário...