13 de maio de 2014

Ligações...


...às vezes dou por mim a pensar no que nos liga, o que  nos faz simpatizar mais ou menos com as outras pessoas e o que nos faz gostar realmente de alguém...sempre fui uma pessoa difícil e até solitária, mas não no mau sentido (se é que há mau sentido nisto). Se há coisa da qual me orgulho é a de saber conviver comigo mesma sem a constante necessidade de outros por perto.


 Do pouco tempo que por aqui estou pude perceber que no geral, todos procuram interminavelmente amigos e pessoas com quem possam falar...parece haver uma enorme lacuna no saber ouvir e no ser ouvido. Há sempre uma espécie de expectativa no olhar dos outros, aliada a uma ainda maior vontade em encontrar no outro, o clique necessário para nos fazer arrastar para mais um café ou soltar umas gargalhadas.
Hoje aqui sentada em frente ao computador, sem uma lógica (como já devem ter reparado), para o que escrevo, relembro uma conversa que há bem poucos dias havia tido, sobre esta faisca que nos faz gostar ou simpatizar com alguém sem esforço, e nisto penso, no quão difícil é a encontrar e no quão feliz sou, por já a ter encontrado...


Nem vos digo a quantidade de entrevistas de trabalho que já fiz, a quantidade de emails que já recebi, com a palavrinha infelizmente lá pelo meio, e no quanto poucos são aqueles que realmente lêem o que tanto trabalho nos deu a escrever e a atingir...hoje pela primeira vez saí de uma entrevista satisfeita com as gargalhadas que foram dadas, as informações que foram trocadas e o tempo que foi gasto...talvez por isso, haja todo um pequeno entusiasmo a tomar as rédeas dos meus dedos e a me fazer escrever mesmo que sem lógica, para assim, apaziguar toda a minha excitação...talvez seja a faísca que tanto procuramos nos outros, talvez até tenha sido o sol que esta manha por aqui brilhou e me tenha queimado uns neurónios, ou quem sabe seja só mais um dos imensos filmes que crio na minha cabeça...sei no entanto, que estou satisfeita comigo própria, orgulhosa por tudo aquilo que já consegui e apesar da trovoada que se abateu por aqui subitamente, hoje estou animada!!!
O veredicto ainda é uma incógnita, mas seja como for, hoje já ganhei o meu dia!!!

Tenham uma boa semana.

...


4 comentários:

  1. Longe vão os tempos em que tinha milhentos amigos, que organizava festas e ajuntamentos da malta. Tou numa fase da minha vida tranquila que gosto muito mais de passar tempo comigo propria e quando é para socializar que seja com pessoas interessantes, ou como falaste, que me sinta ligada ou conectada de alguma forma. Já não perco tempo a tentar meter conversa, agora valorizo o meu tempo e utilizo-o com maior racionalidade (hmmm se calhar ainda me falta passar menos tempo online).

    ResponderEliminar
  2. mais vale só... acho eu
    o mal das entrevista anda tudo :)

    ResponderEliminar
  3. OMG estás em Edimburgo???!!! Adorava mudar-me para aí, ou então para Dublin. E sim, concordo com o que escreveste no primeiro parágrafo :) Prezo bastante o quality time que passo comigo mesma, há toda uma liberdade nisso. E amigos tenho poucos mas sei que posso contar com eles, não preciso de estar sempre com eles, eles estão lá para mim, escusam de estar aqui sempre.
    Adoro trovoada, btw.

    ResponderEliminar
  4. Espero que a resposta seja positiva :)

    ResponderEliminar

Obrigada pela visita e comentário...