15 de dezembro de 2013

Ultimamente...


...tenho juntado a minha forte vontade em comer pipocas, com a minha ainda maior vontade de me entreter por uns minutos...sem contar com os filmes que vou vendo e revendo no canal Hollywood e as três vezes em que assisti ao Monsters University, esta pequena selecção de filmes que aqui vêem, fazem parte das minhas mais recentes sessões de cinema...


Sabem os bonequinhos amarelos do Despicable Me, pois, esses malandros por serem uma coisa mimosa sempre me chamaram a atenção e aguçaram a minha curiosidade. E para vos ser sincera, quando está ou melhor esteve em cartaz algo com o titulo, Despicable tem de ser obrigatoriamente visualizado pela minha pessoa, pois se há coisa que eu gosto, é de um bom vilão (bem sei que este não será dos piores, mas enfim...). A maninha já há muito me andava a encher os ouvidos com este irritante, portanto, como boa mana bem mais velha que sou, lá decidi fazer-lhe a sua vontade e com a ajuda de um bom balde/taça de pipocas, perdi uns bons minutos a ver estas belezas...a piada da coisa é que acabo eu sempre por me envolver mais com o raio do filme e a dar umas quantas gargalhadas, do que propriamente a miúda, pronto, bem sei que algumas das piadas são mais para os crescidos, mas ainda assim...vi os dois de uma enfiada só, pois como são realmente uma maravilha aquilo não custou mesmo nada...
Como tenho andado sem grandes vontades para dramas e coisas muito séria, não sei se deu para perceber, quando por essa internet fora deparei-me com imagens do Michael Douglas maquilhado e coberto de lantejoulas, anotei de imediato na minha cabeça a necessidade de ver o Behind the Candelabra...não tão sério e dramático, tendo em conta a história, como até estava já a antecipar, isto no meu entender, diria que possui um bom equilíbrio entre as cenas mais pesadas e outras bem mais leves que nos podem mesmo causar umas boas gargalhadas, como as que dei ao ver a personagem do senhor Rob Lowe, um cirurgião plástico, que faz jus à sua arte e surge completamente esticado. As interpretações estão fantásticas e o senhor Michael Douglas, acaba por surpreender todo e qualquer espectador, pois tendo em conta o seu historial, nunca me passaria pela cabeça vê-lo numa personagem como esta. Excelente trabalho de representação e sinceramente não poderia estar melhor como Liberace!!
Para finalizar a coisa tinha de ver o The Family, como deixar escapar uma comédia com o senhor De Niro, a senhora Michell Pfeiffer e o senhor Tommy Lee Jones, quanto a mim, impossível...não direi que será a melhor comédia do ano, pois há ali umas tontices desnecessárias, seja como for, possuí alguns pormenores peculiares, uma vez que a acção decorre numa aldeia no interior de França. Terminei o filme com a sensação daquilo ter sabido a pouco e automaticamente a pensar, que por vezes dava um jeitão poder resolver os problemas como eles o fazem, pois há por aí tanta tontice e baboseirada que só mesmo fazendo explodir....


Bom Domingo.

...



5 comentários:

  1. Eu quero tanto ver o Behind the Candelabra, a história do Liberace parece fascinante! E também tenho de visionar o The Family, que adoro o DeNiro e a Pfeiffer.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Realmente fascinante, mas também um pouco maquiavélica (isto na minha opinião)...

      Eliminar
  2. Não percebo como nunca vi o Despicable me, uma grande falha minha.

    ResponderEliminar
  3. O The Family está tão, mas tão fraquinho... Até me deu pena, pois tem um elenco muito bom e a história até é engraçada. Um simples filme de domingo à tarde.

    ResponderEliminar
  4. Ainda nao vi nenhum desses... tenho tantos para ver :/

    ResponderEliminar

Obrigada pela visita e comentário...