31 de maio de 2013

Hoje lembrei-me...

... do filme Single Man, numa conversa iniciada e gerada em torno do senhor Mark Jacobs, tudo a ver!! Mas há uma explicação, e não foi devido ao meu estado febril destes últimos dias, que infelizmente, manteve-me longe de teclados e leituras, que me fez delirar pelo senhor, não, infelizmente os meus sonhos ou delírios não são assim tão requintados!! Foi mesmo através de uma conversa, daquelas mais para os lados retrospectivos e que me fez lembrar de umas quantas tontices, mas em especial, da primeira vez que entrei nas Lafayette e por uns instantes, como bom camone, mexi, cheirei e ia deitando ao chão uma das suas malinhas, enquanto meia que abalroada levei com uns quantos chinocas numa correria louca em torno da Louis Vuitton. Mas isto das conversas muito pode ser acrescentado e canalizado e quem fala de um, lembra-se logo do outro, e no meio de tudo isto, foi impossível não falar do filme, Single Man (2009) e mais uma vez constatar o óbvio!!...digamos que ao inicio não fiquei convencida, Tom Ford a realizar um filme?!Humm... Depois e apesar de ser fã do Collin Firth, tenho alguns problemas com a senhora que perde tudo o que é filho e passa por isso, o resto do filme aos prantos, , mas deixem-me que vos diga, e já estou aqui a fugir complemente ao assunto, vamos lá ver se não me perco, a senhora subiu uns pontos depois de a ter visto no The Hours e claro, chorei novamente baba e ranho com a sua prestação, a melhor que já vi dela, enfim...onde ia?


Ah!!... no senhor Marc Jacobs, ou melhor, no senhor Tom Ford e no seu fantástico filme!! Como disse, apesar de nada convencida lá o assisti e digo-vos foi uma surpresa agradável, diria mais do que agradável, o Colin Firth está amazing, como diria a Oprah, bem como a sua colega Julianne Moore, novamente desesperada e frustrada, mas presumo que ninguém o faça tão bem como ela!! Uma história de amor, mas sem as típicas baboseiradas e finais felizes, uma história onde a solidão e a mágoa são tão angustiantes que fazem com que o personagem principal perca todo e qualquer interesse pela vida, como aqui foi dito e muito bem, "o filme é quase que como uma homenagem à vida e ao amor. É, também, uma celebração do “carpe diem” (aproveita o momento)".

Se ainda não o viram, têm mesmo de o ver, pois é um filme fabuloso e com uma banda sonora, também ela fantástica, da autoria do senhor Shigeru Umebayashi.
Posto isto, espero que tenham um óptimo fim-de-semana...


4 comentários:

  1. Ahhhh tenho de ver este filme! Em relação ao exercício, a rotina não é uma boa aliada se queres definir oa músculos das pernas. Um dos segredos é variar os exercícios quase todos os dias, para assim poderes trabalhar partes específicas :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada pela dica, vou tentar ser mais criativa nos exercícios...tem um bom dia**

      Eliminar
  2. Ainda não vi este filme, mas já me disseram que é um bocadinho parado!

    Http://styleloveandsushi.blogspot.com

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É um filme que trata sobre emoções, sentimentos e AMOR...aqui não encontras cenas de "acção"!!

      Eliminar

Obrigada pela visita e comentário...